Como formar bons hábitos? Dica #3: Atitude

Hoje durante alguns afazeres pessoais eu ouvi um episódio do 12 Minutos chamado Tudo é uma Questão de Atitude (livro). Apesar do livro não focar em hábitos aparentemente, ele tem muito a haver com o assunto.

Onde eu trabalho temos alguns rituais que seguimos religiosamente, dia a dia, semana a semana. Até então, uma determinada reunião sempre acontecia na segunda-feira pela manhã e dura cerca de 3 a 4 horas. Outra reunião acontecia no sábado, na verdade duas aconteciam no sábado. Então, durante anos, foi desta forma.

Parece bobagem essa questão de formar um hábito, até algo que levamos com certo ceticismo. Mas, depois da experiência que vou contar a seguir, eu mudei de opinião.

Para buscar uma maior produtividade, todas as reuniões, encerramento e inicio de um novo ciclo semanal passou a ser na quarta-feira. Ou seja, a semana útil de desenvolvimento que antes começava na segunda-feira e terminava no sábado, agora começa e termina na quarta-feira.

Sabe o que aconteceu quando isso foi posto em prática? Meu cérebro ficou tão confuso que já não sabia mais em que dia da semana estávamos! E isso aconteceu não só comigo, mas como todos que entraram nessa nova regra de horários.

Meu piloto automático era acostumado à saber que era segunda-feira por que simplesmente havia aquela reunião sagrada. E sabia que era sábado porque haviam aquelas duas reuniões sagradas. Em outras palavras, era um hábito que eu possuía e nem sabia.

O que isso tem haver com o episódio que eu ouvi? Tudo! É tudo uma questão de acreditar e colocar em prática, porque realmente funciona, posso afirmar isso com certeza! Pra colocar um novo comportamento em prática, você terá que ter atitude, todos os dias e a todos os momentos na qual você quer fixar o hábito. Não tem outra forma!

Se você decidir que vai, digamos, correr todos os dias as 6 da manhã, então mantenha isso até que seu cérebro entenda que é hora de fazer aquilo e de nada mais! Assim, você estará tão acostumado que não sofrerá pra fazer, e sim, pra deixar de fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.